Acessibilidade

Ações do 10º Festival Amazonas Jazz  são apresentadas a empreendedores e operadores de turismo

Turismo e Cultura do Estado discutem ações conjuntas para o Festival de Jazz Crédito Janailton Falcão

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) apresentaram, na tarde desta quinta-feira (31/10), as novidades do 10º Festival Amazonas Jazz (FAJ) a empreendedores e operadores do segmento turístico do estado. A reunião, em que foi anunciada a abertura das vendas de ingressos do evento para a próxima terça-feira (05/11), aconteceu no auditório da Amazonastur.

O secretário estadual de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, lembrou que o FAJ será realizado de 21 a 29 de março de 2020, mas teve a programação lançada em julho deste ano, em um evento no Teatro Amazonas, para possibilitar que pessoas de todo o mundo possam  se programar para prestigiar o evento. “Nós sabemos que a vinda para o nosso estado requer uma logística diferenciada e tivemos o cuidado de apresentar a próxima edição do festival com uma antecedência inédita”, destacou.

A venda dos ingressos inicia na próxima terça-feira (05/11), pelo site Bilheteria Digital. Os valores dos bilhetes variam de R$ 20 (R$ 10, a meia) a R$ 80 (R$ 40, a meia). Também na terça estará disponível o site do evento (festivalamazonasjazz.com.br), com informações da programação, atrações e depoimentos sobre o FAJ.

Entusiasmada com a antecipação do lançamento do festival, a presidente da Amazonastur, Roselene Medeiros, destacou que o turismo não sobrevive sem a cultura, e que o evento vai impulsionar a cadeia produtiva do setor, no próximo ano.

“Todo turista que chega a algum lugar vai em busca de cultura. É com muita alegria que nós oferecemos ao trade  esse Festival de Jazz, que tem muitas novidades por aí. O trade turístico vai poder se envolver e oferecer um pouquinho da manifestação artístico-cultural, que todo mundo gosta. Esse turista que vem ao Amazonas no mês de março vai poder desfrutar de uma gama de eventos voltada para o jazz, com workshop, espetáculos no Teatro Amazonas, em flutuantes, nos hotéis, restaurantes, enfim, acompanhará de perto a arte local, nacional e internacional”, comentou Roselene.

Roselene disse ainda que, com a antecipação do lançamento da programação do festival, o turista que vai passar pelo Amazonas durante a Temporada de Cruzeiros 2019/2020 – que inicia neste domingo (03/11) e segue até abril – vai poder se programar para curtir o Festival em março do ano que vem.

“Isso é bom porque podemos oferecer um plus  para o turista que vem aqui. E, com essa antecedência, aquele turista que é apaixonado pelo jazz e que busca festivais pelo mundo inteiro vai encontrar aqui um festival à altura, e um pouco do estilo em toda a rede do turismo, que vai estar envolvida no evento”, finalizou ela.

Para Vagner Sardinha, gerente regional de Vendas do grupo Slaviero Hotéis, que vai inaugurar uma unidade hoteleira em Manaus, em março de 2020, a proposta do festival em parceria com o trade turístico fortalecerá o turismo local.

“É um evento muito agregador, muito rico para o turismo local. Nós já apoiamos o estilo, pois em Curitiba (PR) temos um hotel chamado Full Jazz, que é todo estilizado, desde a recepção ao bar, que recebe artistas internacionais. A gente entende que a cultura tem uma importância de fomentar o turismo, gerar muito mais riquezas culturais e de renda para a população local”, disse o operador.

Proprietária de um hotel de selva no Lago do Acajatuba, Horenilde Gomes relatou que eventos como o FAJ vão ao encontro do anseio dos hóspedes de consumir cultura local. “Nossa cultura é o grande destaque, além da natureza. É importante que a gente fique sabendo das atividades para poder informar os nossos clientes”, observou.

Operador de turismo ecológico, Gabriel da Silva elogiou a parceria entre Secretaria de Cultura e Amazonastur para apresentar ao trade o FAJ 2020. “Essa sintonia é muito importante, pois essa organização, essa antecedência é fundamental para o sucesso das ações culturais e turísticas”, disse.

Com a proposta de oferecer entretenimento e cultura em alto nível para a população e para os visitantes, o Festival de Jazz terá mais de 30 eventos – de concertos de música instrumental brasileira ao jazz contemporâneo, apresentações em flutuantes, workshops, palestras e masterclasses gratuitos.


Reportar Erro