Category Archives: Imprensa

Governo do Amazonas e Embratur promovem vinda dos principais operadores de turismo da Itália para o estado

Dando continuidade à política de divulgação da ‘Marca Amazonas’, o Governo do Estado, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), em parceria com a Embratur e a LATAM – Linhas Aéreas, está promovendo um Fam Tour, com 13 operadores de turismo italianos, das principais agências de turismo daquele País que irão conhecer um pouco da gastronomia regional, belezas naturais, hospedagem urbana e também terão o privilégio de assistir a um espetáculo do Festival Amazonas de Ópera (FAO), no Teatro Amazonas.

A vinda desses operadores se deu pela participação de destaque do Amazonas nos principais eventos de turismo ao redor do mundo. “Com a vinda desses operadores, eles terão a oportunidade de vivenciar a cultura e a natureza amazonense e dessa forma vender o sonho, no bom sentido, o que é vir para o Amazonas”, disse a presidente da Amazonastur, Oreni Braga.

Segundo a titular do Órgão Estadual de Turismo, o Amazonas deverá receber até o final do ano pelo menos oito fam tours, dos mercados americano, europeu e nacional. “Vamos trazer os principais profissionais do setor para que eles possam vender e promover o Estado com conhecimento de causa e esse tipo de ação tem um retorno fantástico”, destacou Oreni.

Números – De acordo com dados da Gerência de Registro e Fiscalização da Amazonastur (GRF-AMTUR), os turistas italianos estão entre os cinco que mais visitam o Amazonas durante o ano. Conforme o levantamento, a Itália só fica atrás dos Estados Unidos e a Alemanha. A lista dos cinco países que mais enviam turista ao Estado, por ordem, se completa com Itália, Inglaterra e França.

Antes desse fam tour, o Amazonas já recebeu um grupo de jornalistas argentinos, em parceria com Gol Linhas Aéreas Inteligentes, no sentido de promover e fortalecer o voo que liga Manaus à Buenos Aires. “Mesmo com todos os problemas que o País vem passando, o Governo do Amazonas vem trabalhando arduamente para manter o Destino entre os dez mais procurados pelos turistas internacionais”, disse Oreni Braga.

Workshop – Oreni Braga informou ainda que nos próximos meses, a Amazonastur e o trade local farão workshops do Destino Amazonas nas capitais da Amazônia, além de Mato Grosso. “O nosso Estado caminha a passos largos para se consolidar como o principal hub da região Norte do Brasil, principalmente pela aproximação com a América Central e dos Estado Unidos. Atualmente, Manaus tem uma logística aérea estratégica, trabalhada ao longo desses últimos 10 anos, que permite ao turista nacional e internacional chegar mais rápido a capital amazonense”, completou.

Governo do Amazonas e Gol realizam workshop de oportunidades de negócios na Argentina

O Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), em parceria com empresa Gol Linhas Aéreas, está realizando em Buenos Aires o 1º Workshop de Oportunidade de Negócios entre o Amazonas e Argentina. O evento é uma das várias ações que o governo e a Gol vão realizar para incrementar o fluxo de passageiros no recente voo que liga a capital amazonense a ‘cidade do tango’.

De acordo com a presidente da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), Oreni Braga, no evento estão participando, como convidados, empresários do turismo, da indústria e do comércio, além das autoridades locais. O evento está ocorrendo na Embaixada do Brasil, em Buenos Aires.

“Um grande encontro de negócios, nos quais os representantes da Amazonastur, Seplancti, Fecomércio, Manauscult, além dos operadores de turismo e hoteleiros amazonenses vão apresentar as potencialidades do Estado. Não basta viabilizar um voo, mas trabalhar, em parceria com a companhia aérea, realizando ações como esta, com o objetivo de torná-lo perene. Além dessa ação em Buenos Aires, vamos realizar workshops nas demais capitais da Amazônia Legal, para fortalecer esse voo que é muito importante para os negócios entre o Amazonas e o Cone Sul”, destacou Oreni.

Parceria – Nesta quarta-feira (26), a presidente da Amazonastur, acompanhada do Diretor de Marketing, Nickolas Cabral, do secretário adjunto da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), Farid Mendonça e o chefe da Secretaria de Comunicação da Embaixada do Brasil em Buenos Aires, Vitor Martins, estiveram em reunião com o secretário de Turismo da Capital Argentina, Gonzalo Robredo, para fechar parceria com o objetivo de fortalecer o voo que já opera Manaus-Buenos Aires.

Oreni Braga, mais uma vez, destacou a importância dos dois destinos se unirem em ações complementares, com vistas a aumentar o fluxo turístico de Lazer e de Negócios, já que a relação comercial entre a Zona Franca de Manaus e a Argentina é real, e o voo só vai intensificar essa relação. “O turista argentino começou a descobrir o Brasil diferente do Sul, e o Amazonas é um destino que está no imaginário dele. Por outro lado, o amazonense que não vislumbrava conhecer a Argentina, por conta da logística difícil, agora conta com voo direto e pode vivenciar o lazer e a cultura em uma das cidades mais lindas da América do Sul”, completou.

De acordo com a titular da Amazonastur, a proposta agora é receber a ação da Secretaria de Turismo de Buenos Aires, em Manaus, com uma ação similar a que o Governo do Amazonas está realizando em Buenos Aires.

Estados Unidos – A Amazonastur também estará realizando no próximo mês de maio, nos Estados Unidos, um workshop para operadores e agentes de viagem, em parceria com a American Airlines, visando o incremento de fluxo no voo que liga Manaus a Miami.

As ações ocorrerão nas cidades de Miami, Nova Iorque, Los Angeles e Dallas. “O mercado americano é estratégico, não só por ser o maior emissor de turistas no mundo, mas porque, geograficamente, está mais próximo do Amazonas que a Europa, e a proposta da Amazonastur, esse ano e em 2018, é focar nos operadores americanos que são especialistas em ecoturismo, pesca esportiva, turismo de aventura e turismo cultural”, finalizou Oreni Braga.

Governo do Amazonas divulga dados e plano de segurança para a Temporada de Cruzeiros 2016/2017

AVISO DE COLETIVA

Foto: Igor Bacry/Amazonastur

Foto: Igor Bacry/Amazonastur

ASSUNTO: Apresentação do resultado da Pesquisa Socioeconômica da Temporada de Cruzeiros 2015/2016 e do plano de segurança para receber os turistas na Temporada 2016/2017, que inicia neste mês de novembro.

DATA: sexta-feira, dia 4 de novembro de 2016.

LOCAL: CICC-AM – Cento Integrado de Comando e Controle do Amazonas (Avenida André Araújo, 1706 – Aleixo).

HORÁRIO: às 10h.

CONTATOS: Assessoria de Comunicação da Amazonastur (98423-1233 – Keynes Breves) e Assessoria de Comunicação da SSP (99148-3246 – Hélida Tavares)

O Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur) e da Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada de Segurança (SEAGI/CICC), divulga nesta sexta feira, dia 4 de novembro, o resultado da Pesquisa Socioeconômica da Temporada 2015/2016 de Cruzeiros Marítimos, além da estimativa para a próxima temporada que começa no dia 11 de novembro, quando chega a Manaus o navio Sirena, com 1.084 turistas americanos e canadenses.

Além dos dados, que servem de base para a melhoria no receptivo dos navios e outros serviços, a Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada de Segurança vai divulgar o plano de segurança para a Temporada 2016/2017. O Amazonas vai receber nesta temporada mais de 24 mil turistas em 20 navios.

Anac libera voo semanal da Gol entre Manaus e Buenos Aires

Argentina mais próxima de Manaus - Foto: Reprodução da Internet

Argentina mais próxima de Manaus – Foto: Reprodução da Internet

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) autorizou o voo Manaus-Buenos Aires para a segunda quinzena de dezembro, de acordo com informações da presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Oreni Braga. O voo será semanal e será operado pela Gol Linhas Aéreas.

Agora, o  Governo do Amazonas, por meio da Amazonastur, está recorrendo a Embaixada do Brasil na Argentina, para que o voo Manaus/Buenos Aires seja autorizado pela Administração Nacional de Aviação Civil (ANAC) da Argentina.  “O trabalho pelo lado brasileiro já caminhou e agora estamos articulando junto a Embaixada a liberação pelo lado argentino”, informou a titular do Órgão Estadual de Turismo.

O voo para uma das principais capitais da América do Sul, de acordo com Oreni, vai oportunizar que novas ações sejam realizadas entre vários setores, além do Turismo. “Esse voo é uma ligação direta com o Mercosul, o que significa dizer que a Indústria e o Comércio serão diretamente atingidos de forma positiva”, disse.

Ainda de acordo com Oreni, houve aumento na frequência de voos a partir de uma articulação intensa com o setor de Brasília para Manaus, os voos semanais saltaram de 14 para 19. Com São Paulo, Manaus passou a ter 17 voos semanais, antes eram 14. Com Belém, estão acontecendo sete voos, dois a mais que antes das medidas de desoneração. Sem voos diretos para a capital do Amazonas, o Rio de Janeiro passou a ter dois voos semanais, enquanto Boa Vista tem três. Houve ainda a abertura de novas rotas por companhias aéreas. Desde julho, voos da Azul Linhas Aéreas saem de Manaus para Fortaleza, Belém e Campinas.

ICMS – Os anúncios de aumento na malha aérea da capital amazonense ocorrem após um período de cortes das empresas por conta da crise econômica. Para garantir voos e abrir as novas rotas que estão em operação, o Governo do Amazonas intensificou o diálogo com as empresas e implementou uma nova política de incentivo fiscal, com redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da querosene das empresas aéreas.

“Com a crise, as empresas começaram a tirar voos em todo o Brasil e Manaus, como não podia ser diferente, foi atingida. Fizemos um trabalho no sentido de que retomassem os voos com a desoneração do querosene”, disse Oreni. Antes da medida do governo estadual, a alíquota do ICMS do combustível cobrada para pousos no Amazonas era de 25%. Com a nova política, a alíquota mais baixa chega a 7%.

Para as companhias aéreas se beneficiarem com a desoneração, o governo estadual exige a realização de voos com frequências mínimas semanais e destinos diretos para cidades como Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Belém, Boa Vista, além de dois destinos no nordeste brasileiro e voos para países estrangeiros.

Com a nova política, o governo do Amazonas garante ligação aérea com os principais destinos brasileiros, medida de extrema importância para o turismo regional. A resposta imediata das empresas aéreas foi aumentar a malha viária da capital amazonense, com o anúncio da retomada dos voos semanais para Miami, pela Latam, e a criação do voo para Buenos Aires pela Gol, e o aumento de voos nacionais. “O turista só vai ter facilidade de acesso, podendo vir dos principais centros do Brasil para Manaus”, frisou a presidente da Amazonastur.

Aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o voo entre Manaus e Buenos Aires aguarda a liberação pela agência de aviação argentina. A previsão é que os voos comecem em dezembro. Uma articulação está em andamento com a Avianca para a abertura de um voo entre Manaus e Lima, a capital do Peru.

Pesca esportiva vai atrair dez mil turistas ao Amazonas

3A temporada de pesca esportiva, que começa neste mês de setembro e prossegue até abril de 2017, deve atrair ao Amazonas cerca de dez mil turistas, de acordo com a Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), órgão do Governo do Amazonas. O crescimento médio anual, conforme a Amazonastur, é de 9%.

A presidente da Amazonastur, Oreni Braga, informou que estes turistas que passarão pelo Estado para praticar a pesca esportiva devem injetar cerca de US$ 6,6 milhões na economia. “A permanência média desses turistas é de quatro a sete dias e grande parte deles vem dos Estados Unidos, em torno de 95%. Entre os brasileiros, o paulista é o mais assíduo desta atividade em nossa região”, disse.

De acordo com a titular do Órgão de Turismo do Amazonas, a pesca esportiva movimenta 25 municípios do Estado, sendo os principais Barcelos, Autazes, Nova Olinda do Norte, Borba, Careiro, Santa Izabel do Rio Negro e São Sebastião do Uatumã. “Entre esses municípios, Barcelos se destaca por ser referência internacional nessa prática, além de ser um destino indutor de turismo apontando pelo Ministério do Turismo”, destacou Oreni.

Pacotes – Segundo informações de operadores de turismo especializados, os pacotes destinados para a pesca esportiva variam de R$ 3,5 mil a R$ 10 mil. “A faixa-etária desses turistas varia de 31 a 70 anos, predominantemente do sexo masculino e tem uma renda mensal superior a R$ 3 mil”, informou a presidente da Amazonastur.

Tucunaré – Símbolo da pesca esportiva no Brasil, o tucunaré (peacok bass) é o peixe mais procurado, sendo que o tucunaré-açu, que chega a pesar mais de dez quilos, é o mais procurado pelos turistas. Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro e no Rio Uatumã são os locais onde os praticantes podem encontrar com mais facilidade essa espécie. Além do tucunaré, há outras espécies também muito procuradas como o aruanã (Osteoglossum bicirrhosum), a pirarara (Phractocephalus hemioliopterus), a piraíba (Brachyplathystoma filamentosum) e o apapá (Pellona castelnaena).

Manaus ganha voo direto para Buenos Aires e outras frequências

Redução do ICMS sobre querosene de aeronaves, feita pelo governo, fará Manaus ter voo inédito para Buenos Aires, retomar voo para Rio Branco e ampliar frequência para Fortaleza

Redução do ICMS sobre querosene de aeronaves, feita pelo governo, fará Manaus ter voo inédito para Buenos Aires, retomar voo para Rio Branco e ampliar frequência para Fortaleza

A partir da primeira quinzena de dezembro, Manaus estará ligada à capital da Argentina através de um voo semanal da empresa Gol Linhas Aéreas. A informação é da presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Oreni Braga, que participou de uma reunião em São Paulo (SP), com a diretoria da Gol Linhas Aéreas, na manhã desta terça-feira (13). A direção da empresa informou que tomou essa decisão após o governador José Melo baixar o Decreto Nº 36.668 de 3 de fevereiro de 2016, reduzindo o ICMS da alíquota do querosene da aviação.

Além de Buenos Aires, a Gol vai ofertar uma nova rota para Rio Branco (AC) e ampliar as frequências de voos para Fortaleza. Os novos voos e as novas frequências ligando Manaus e Fortaleza, segundo Oreni Braga, ocorreram graças a uma ação integrada entre a Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e Amazonastur.

“Isso significa dizer que uma ação direta do governador José Melo possibilitou que Manaus ganhasse esse novo voo e novas frequências, ações que com toda certeza vão incrementar o Turismo, a Indústria e o Comércio, além de uma ligação mais estreita com o Mercosul”, disse a presidente da Amazonastur.

Os voos para Fortaleza e Rio Branco, saindo da capital amazonense, estão previstos para iniciar final de outubro e início de novembro. “Os novos voos para Argentina e Rio Branco e as novas frequências para Fortaleza com toda certeza vão aumentar ainda mais o fluxo de turistas para o nosso Estado”, destacou Oreni.

Frequências – Para Buenos Aires, a Gol vai voar uma vez por semana, em dia a ser definido pela empresa. Para o trecho (Manaus-Fortaleza) serão quatro frequências semanais. Já o voo Manaus-Rio Branco terá três frequências semanais.

Temporada de cruzeiros 2016/2017 vai trazer para o Amazonas mais de 24 mil turistas

_MG_7870

O Amazonas vai receber 24.664 turistas estrangeiros na Temporada de Cruzeiros Marítimos 2016/2017, de acordo com a presidente da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), Oreni Braga. Este fluxo é 40,23% maior em relação a temporada 2015/2016, quando o Estado recebeu 17.588 turistas em 18 navios. Esses números foram divulgados na manhã desta quinta-feira (20) durante o 1º Workshop de Entregas Temporada de Cruzeiros 2016/2017, na sede do Sistema Integrado de Comando e Controle do Amazonas (SICC).

O primeiro navio a aportar no Estado é o Sirena, que trará a bordo pelo menos 1.084 turistas dos Estados Unidos e do Canadá. “O calendário prevê a chegada de 20 navios, dois a mais do que a temporada passada, por isso, estamos realizando esse workshop com os parceiros para padronizar o atendimento dos órgãos envolvidos a garantir segurança e qualidade nos serviços prestados aos turistas que visitarão o nosso Estado”, disse a titular da Amazonastur.

Ainda de acordo com os dados divulgados pelo Órgão Estadual e Turismo, a injeção de recursos para a temporada 2016/2017 ficou estimada em mais de US$ 14 milhões, com um gasto médio (diário) de US$ 292,10. “Os turistas das temporadas de cruzeiros são, predominantemente, dos Estados Unidos, Inglaterra e Alemanha, e os navios são, em sua maioria, de bandeiras holandesa e bahamense”, informou Oreni Braga.

Workshop – Além de debater as oportunidades que a Temporada de Cruzeiros traz ao Amazonas, foram apresentados os principais avanços (pontos fortes) e também as principais dificuldades. “O nosso objetivo é padronizar essa ação e aqui levantarmos os pontos que foram positivos e os negativos também, para que possamos melhorar ainda mais”, disse a presidente da Amazonastur.

Entre alguns avanços apresentados no workshop estão: o desenvolvimento das operações receptivas em parceria com a Manauscult; articulação com os demais órgãos municipais, estaduais e federais na operação durante as chegadas dos navios; combate a informalidade na atividade dos canoeiros, barcos e guias de turismo no porto; presença de segurança fluvial no porto, entre outros.  “Vale ressaltar que o item segurança pública teve uma taxa de satisfação de 97,76% na temporada passada, ou seja, o nosso esquema de segurança tem dado certo e vamos melhorar ainda mais. Um dos pontos negativos que precisamos melhorar é a limpeza pública e vamos buscar essa melhoria junto a Semulsp. A taxa de satisfação da limpeza pública ficou em 41,06%”, completou Oreni Braga.

Governo do Amazonas inaugura obras para potencializar a atividade turística em Iranduba

Presidente da Amazonas, Oreni Braga, e a prefeita de Iranduba, Maria Madela, durante a entrega da Central de Artesanato de Janauari - Foto: Valdo Leão

Presidente da Amazonas, Oreni Braga, e a prefeita de Iranduba, Maria Madela, durante a entrega da Central de Artesanato de Janauari – Foto: Valdo Leão

Três comunidades ribeirinhas do município de Iranduba, localizadas na Região Metropolitana de Manaus (RMM), ganharam do Governo do Estado, com apoio do Ministério do Turismo, três empreendimentos que vão potencializar ainda mais a atividade turística na região.

A primeira comunidade contemplada foi a de Acajatuba, que recebeu uma pousada com 15 leitos, poço artesiano, banheiros, cozinha completa, ar-condicionado, entre outros equipamentos. “Nós temos uma obrigação de melhorar  e ampliar a oferta turística para o nosso Estado e esses empreendimentos estão dentro dessa linha, que é desenvolver ainda mais a atividade nessas comunidades”, disse a presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Oreni Braga.

A titular do Órgão de Turismo informou ainda que a Pousada Comunitária de Acajatuba, mesmo antes de ser inaugurada, já fechou o primeiro grupo de turistas. “O que é mais importante é que nós chegamos para inaugurar a nossa pousada em Acajatuba e já temos um canal de TV  que vai gravar uma novela, ou um seriado, para mostrar ao Brasil as imagens da natureza do nosso Amazonas e do povo, que presta serviço para aqueles que chegam aqui”, disse Oreni.

Para o presidente da Comunidade de Acajatuba, Raul Neves dos Santos, a pousada será um grande indutor para a geração de emprego e renda para a região.  “Agora vamos trabalhar para mantê-la em boas condições, visando sempre o bem dos turistas, pois sabemos que o turista bem tratado vai falar muito bem da nossa comunidade”, destacou Raul.

A segunda comunidade a receber uma Pousada Comunitária foi Paricatuba. No total, foram investidos na construção dessas duas pousadas mais de R$ 290 mil reais, verba do Governo do Estado e do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo.

Pousada Comunitária de Acajatuba - Foto: Nathalie Brasil

Pousada Comunitária de Acajatuba – Foto: Nathalie Brasil

Potência artesanal  – Uma das comunidades mais fortes na confecção de peças artesanais do Estado é a Comunidade de Janauari, local onde o Governo do Estado entregou uma Central de Artesanato completa, com local para a criação das peças, com todo maquinário apropriado, e outro para exposição e comercialização.

De acordo com a presidente da Amazonastur, Oreni Braga, a Central de Artesanato de Janauari recebeu um investimento de mais de R$ 148 mil. “É claro que hoje temos vários segmentos como a Pesca Esportiva, o Turismo de Cruzeiros, Negócios e de Eventos, mas também precisamos trazer para as comunidades  o Turismo de Base Comunitária e esse é só o começo de um grande trabalho, que começamos a implantar há seis anos”, completou.

CENTRAL ARTESANATO JANAUARI

O presidente da Associação dos Artesãos de Janauari, Givaldo de Oliveira Coelho, comemorou a entrega da obra. “Agora temos um local adequado para produzir e vender nossas peças. Agradecemos muito ao Governador e a doutora Oreni por acreditar em nosso potencial”, finalizou.

As obras foram inauguradas nos últimos dias 26 e 27 de outubro e contou com a participação de representantes do trade turístico do Estado, além da prefeita de Iranduba, Maria Madalena de Jesus Souza.

ARTESANATO JANAUARI

Créditos: Nathalie Brasil e Valdo Leão

Amazonastur realiza levantamento de futuras demandas para o Pronatec Turismo

12688332_928456583917673_1364261297317591375_nA Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) reuniu, na manhã desta quinta-feira, 4 de fevereiro, representantes dos municípios de Manaus, Iranduba, Manacapuru, Novo Airão, Presidente Figueiredo e Rio Preto da Eva para fazer o levantamento das necessidades dos cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) para 2016.

Os cursos serão voltados a qualificar mão deobra para trabalhar na atividade turística nas modalidades Turismo na Empresa, Turismo Cidadão e Turismo Desenvolvimento Local. A reunião, que ocorreu no auditório da Amazonastur, localizado na Djalma Batista, zona centro-sul de Manaus.

“Aproveitamos a reunião para questionarmos se os presentes tinham alguma sugestão para melhorar o desenvolvimento do Programa, já que somos um dos 5 estados que melhor executam o Pronatec, desde os preparativos da Copa do Mundo. Ou seja, toda discussão a respeito do programa somos consultados. Vale lembrar que a Amazonastur é a que melhor executa o Pronatec na Empresa”, destacou a presidente do Órgão Estadual de Turismo, Oreni Braga.

Já foram capacitadas no Amazonas, por meio do Pronatec Turismo, pelo menos 1.751 pessoas. As únicas restrições para participar dos cursos são: não pode ser menor de idade e não pode ser funcionário público municipal, estadual ou federal.

Atuação da Politur será ampliada para municípios com potencial turístico

_MG_4992A Polícia Turística (Politur) do Amazonas começará a atuar diuturnamente nos municípios do Estado que têm potencial turístico, a partir deste ano. Foi o que confirmou a presidente da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), Oreni Braga, após um encontro com o comandante geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel Marcus James Frota, que ocorreu na manhã desta quarta-feira (20).

Além de ampliar a atuação para o interior, na reunião ficou definido que o efetivo de policiais da Politur vai aumentar. Atualmente, o pelotão conta com 28 policiais militares bilíngues. “O coronel Frota agora fará um trabalho interno para identificar os policiais que têm perfil da Politur e depois destacá-los para atuar no pelotão”, disse Oreni Braga.

De acordo com comandante geral da Polícia Militar do Amazonas, os primeiros municípios a receber os policiais da Politur são Parintins, Barcelos, Tabatinga e alguns da Região Metropolitana de Manaus (RMM). “A Amazonastur já idenfiticou os municípios que precisam desse policiamento especial, agora vamos trabalhar para aumentar esse efetivo e também capacitar mais policiais neste sentido”, destacou.

Coronel Frota anunciou também que, além do efetivo, o Comando da PM vai destacar para a Politur uma lancha e mais uma viatura. “Manaus e os municípios com apelo turístico necessitam de ações para deixá-los ainda mais seguros para o turista e para a sociedade em geral”, completou.

Oreni Braga disse, ainda, que já foi elaborada uma cartilha com orientações sobre os passeios fluviais turísticos e que, nos próximos dias, a Amazonastur vai se reunir com as empresas que fazem este trabalho para apresentar o material. “Além da Politur, a Polícia Ambiental será fundamental nesse trabalho para que possamos evitar acidentes com os turistas que visitam o nosso Estado”, acentuou.

Capacitação – A presidente da Amazonastur informou que, em contrapartida às ações da Polícia Militar, o órgão vai realizar um curso especial em Policiamento Turístico para todos os policiais do Estado. “Quem vai determinar a quantidade de policial é o Comando, mas o curso vai trazer a Manaus especialistas em grandes eventos, além de policiais especializados no policiamento turístico de alguns países como Espanha e Portugal. A ideia é que esse curso seja um grande intercâmbio para todos os participantes”, disse, ao adiantar que o curso deverá ser realizado ainda neste primeiro semestre.

Outra novidade que foi anunciada após a reunião é a instalação de um posto da Politur no Porto da Ceasa, na zona sul de Manaus. “Existe um fluxo muito intenso de turistas naquele local, por isso entendemos a necessidade de ter um posto para atender e orientar os turistas que usam o porto como ponto de partida para passeios fluviais ou de deslocamento para os hotéis de selva”, anunciou o comandante da PM.