Acessibilidade

Amazonastur realiza videoconferência com secretários de turismo para reabertura das atividades no estado

O Governo do Estado, por meio da presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Roselene Medeiros, discutiu, por videoconferência, com secretários e dirigentes do setor a retomada das atividades do segmento nos sete polos, que integram o novo Mapa do Turismo Brasileiro.
Entre as estratégias apresentadas pela Amazonastur estão o Protocolo de Biossegurança dos Serviços Turísticos; novo planejamento promocional e de infraestrutura das potencialidades turísticas amazonenses; assessoramento aos municípios da Região Metropolitana de Manaus (RMM), entre outras iniciativas.

Todas as medidas foram anunciadas em reunião na última segunda-feira (15/06) – Foto: Janailton Falcão

De acordo com Roselene Medeiros, durante a pandemia, a equipe da empresa pública buscou todas as orientações dos principais órgãos mundiais de saúde para a criação do protocolo de biossegurança com foco na salvaguarda das vidas para a reabertura das atividades turísticas no estado.

“Nós queremos deixar claro que toda a base do protocolo é fruto de pesquisa junto aos principais órgãos de saúde do mundo e de estudos realizados pelos principais polos turísticos internacionais. Deixo claro que tudo foi feito e colocado de acordo com a nossa realidade regional. É um estudo que vai nortear as agências de turismo, os hotéis, os barcos-hotéis, enfim, dar um suporte ao trade para que se atente à segurança do operador e do turista que vem nos visitar”, comentou a presidente.

Plano Estadual de Turismo –A Amazonastur vai contratar uma empresa para que seja criado um direcionamento do turismo amazonense para os próximos dez anos. “E agora, desde já, convido todos os secretários e dirigentes que integram o Mapa do Turismo a participarem diretamente na criação desse plano. Isso vai ser um projeto que, em no máximo 45 dias, deve ser iniciado e vai contar com a participação de todos os envolvidos no turismo amazonense”, disse Roselene.

Promoção – A titular da Amazonastur salientou também que a empresa pública reformulou todas as estratégias de divulgação dos produtos turísticos do estado, onde será massificado os atrativos de cada região do Amazonas.

“Faremos um trabalho amplo de marketing digital com base em todos os protocolos de biossegurança para promover nosso turismo. Utilizaremos os principais meios digitais para promover nossos produtos, seja pelo nosso site de promoção turística que está sendo concluído ou pelos meios de marketing digital”, frisou.

A secretária de Turismo de Novo Airão, Suzane Fischer, avaliou como positivo o encontro virtual, sobretudo, no que se refere à participação dos municípios na discussão da retoma da atividade turística.

“Foi muito participativo o encontro, trazendo os municípios nesse processo de planejamento para o retorno das atividades turísticas. Estamos ansiosos para a retomada do setor. Mas sabemos do grau de compromisso que todo o trade deve ter neste processo. Por isso, o protocolo de biossegurança é essencial, assim como as demais estratégias com possíveis investimentos na área de infraestrutura e promoção turística. Esse será o nosso principal marketing para o próximo semestre, em temos de proporcionar um turismo de segurança”, avaliou a secretária Suzane.

Proibição – A presidente Roselene Medeiros ressaltou, durante a reunião, que, de acordo com o decreto do Governo do Estado, o transporte fluvial de passageiros continua suspenso, bem como a visitação a comunidades indígenas e ribeirinhas em Unidades de Conservação (UCs). “A comercialização de pacotes turísticos para essas localidades, no período da pandemia, está proibida e quem descumprir o decreto pode ser penalizado na forma da lei. O turismo nas comunidades indígenas e ribeirinhas, nas UCs, só será permitido a partir do momento em que for constatado que não há risco tanto para o visitante quanto para a população tradicional da floresta”. 

Municípios – Participaram da reunião virtual representantes das Prefeituras de Manaus, Parintins, Rio Preto da Eva, Tefé, Anamã, Presidente Figueiredo, Novo Airão, Manaquiri, Careiro, Santa Izabel do Rio Negro, Boa Vista do Ramos e Iranduba. 


Reportar Erro