Acessibilidade

Operadores do mercado mexicano aprendem a ‘vender’ o turismo do Amazonas

Dez operadores de turismo do mercado mexicano foram capacitados, pela primeira vez, nesta quinta-feira (14/05), pelo Governo do Estado, por meio da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), sobre as potencialidades turísticas do estado mais preservado do Brasil. O roteiro envolvendo os hotéis de selva amazonenses é uma das saídas apontadas pelos agentes no período pós-pandemia da Covid-19.

Os agentes argentinos se interessaram pelo turismo de natureza – Foto: Janailton Falcão

Por videoconferência, os operadores da agência Journeys DmC de Brasil, com base na Argentina e especializada em vender os destinos do Brasil, aprenderam a comercializar, por meio da capacitação “Amazonas, viva a experiência”, o mercado local,sobretudo voltado ao turismo de natureza.

Conforme a assessora técnica de Marketing, Kelma Silva, os agentes argentinos veem o turismo de selva do Amazonas como uma saída para o setor, pós-pandemia.

“Eles procuraram a Amazonastur com muito interesse no nosso destino. É uma agência que atua no mercado mexicano. Eles procuraram saber sobre o nosso turismo de natureza, as experiências vivenciadas no Amazonas e querem trabalhar as viagens de incentivo e individuais. Os nossos hotéis de selva são ambientes que não aglomeram as pessoas e são a saída para a retomada da visitação no estado depois desse período de pandemia”, comentou Kelma.

A finalidade da capacitação é para assistir ao trade amazonense na reconstrução do segmento – duramente afetado economicamente pela proliferação do novo coronavírus -, na busca da geração de economia e renda para mais de 50 atividades locais.

Mais capacitação – Em janeiro, a Amazonastur realizou a mesma capacitação com operadores espanhóis durante a 40ª Feira Internacional de Turismo (Fitur), em Madri, Espanha, e com agentes internacionais na 17ª Edição da The New York Travel Show, em Nova York, Estados Unidos.


Reportar Erro